"Missão é feita com os pés daqueles que vão, os joelhos daqueles que ficam e as mãos daqueles que doam."

domingo, 15 de março de 2015

Testemunho Pessoal toca corações na Mongólia.

     Deus usa as pessoas de várias maneiras para que o Evangelho seja pregado a toda língua, povo e nação, no entanto, o testemunho pessoal é algo que toca corações e reflete o Amor de Cristo.

      Veja um pouco de como tudo começou aqui na Mongólia neste vídeo:


Projeto Missionários para o Mundo.

          No dia 27 de fevereiro deste ano o Programa Revista NT da TV Novo Tempo transmitiu uma reportagem falando sobre o Projeto Missionários para o Mundo do qual fazemos parte, segue o vídeo para que vocês possam conhecer um pouco mais deste Projeto da Divisão Sul Americana:


sábado, 7 de março de 2015

Enfim estamos na Mongólia.

By Gabriela Assi

Lembro-me como se fosse hoje, que quando começamos a sobrevoar a Mongólia, tivemos uma vista incrível do deserto, guers, muitos rebanhos, e o que achei mais diferente é que víamos um povoado e de repente havia uma vazio e demorávamos muito para ver outras habitações, muito diferente de tudo que eu já havia visto.

Ao sairmos do aeroporto compreendi que realmente havíamos chegado a uma terra fria, senti um vento gelado que parceia que meu nariz iria cair  e apesar de estar bem agasalhada não me sentia quente o suficiente, enfim estávamos começando uma nova jornada missionária do outro lado do mundo.

A primeira semana não foi fácil, devido ao fuso horário, ficamos com  os nossos hábitos de sono enlouquecidos, sentíamos sono nas horas mais estranhas e mesmo depois de dormir parecia que estavámos dopados o dia todo.

O clima sem dúvida foi algo extramamente estranho e ao mesmo tempo interessante, pois pudemos conhecer neve o que eu já queria há muito tempo conhecer, em umas das madrugadas fez – 25 ºC, ainda bem que não precisávamos sair para fora aquela hora. Além disso, a língua não há nem como descrever, chegamos aqui com praticamente nada de inglês e ainda começamos a ouvir Mongol pela primeira vez em nossas vidas…UAU! Muitas mudanças para uma semana só!

Nosso primeiro sábado havia chegado e então lá fomos nós participar do culto ao nosso Deus. Apesar de não entender nada da língua local, me emocionei muito com os hinos, bem tocados e cantados, parecia até que compreendia o que falavam devido a emoção que expressavam quando estavam adorando ao Senhor.

Fomos muito bem recebidos, nos sentimos acolhidos, aquela foi uma sensação que nunca vou me esquecer, agradeço a Deus por fazer de uma família mundial onde uns se importam com os outros independente da raça ou língua, e isto aqui realmente fez sentido, já que não conseguíamos nos expressar através da fala, apenas com nossos gestos.

No domingo mudamos para o nosso apartamento, quando eu o vi fiquei muito grata a Deus, pois ele era mais do que eu tinha esperado. No tamanho ideal para nós, mobiliado e quente, está última característica é bem significativa aqui…kkkkk


Na segunda semana o Rodrigo e eu fizemos flores de origami para dar no dia das mulheres em um programção, que ocorreria. Foi bem legal poder participar e ajudar com aquilo que estava ao nosso alcance. O programa foi lindo, ficamos surpresos com algo tão bem feito e organizado, fruto da dedicação da Purev, Diretora do Ministério da Mulher.

Algumas imagens neste dia na Igreja:






 





Mulheres cantando na Programação Especial:

video


"Grandes coisas fez o Senhor por nós, pelas quais estamos alegres."